segunda-feira, 13 de abril de 2015

DEFINIÇÕES IMPORTANTES 1 - PRATA COLOIDAL

PRATA COLOIDAL : partículas de prata ionizada que vão de 1 nanômetro a 1000 nanômetro ( 1 micrometro). Entram e saem do seu organismo, só havendo retenção se usada em excesso acima de 25 ml dia de 15 a 20 ppm, por longos períodos, segundo EPA e FDA.
A solução coloidal pelo método a frio, sem aquecimento é transparente após concluída. Pelo método a quente é amarela on, sem variação. Usa-se uma fonte adaptada com amperagem aconselha de 0,01 mA para seobter partículas de qualidade mais próximas de 1 nanômetro.


IONS DE PRATA OU PRATA IÔNICA: Toda partícula de prata ou outra é iônica, ou , ions. Toda partícula de metal carregada de eletricidade é um íon, seja ela coloide, nitrato, nitrito, nano partícula, ok?
Em química um íon resulta de uma molécula ou átomo que ganhou ou perdeu elétrons num processo conhecido como ionização, no nosso caso a eletrólise.


NANO PRATA: Partículas de prata iônica inferiores a 1 nanômetro. Não deve ser ingerida ou usada, pois ultrapassa a membrana celular causando sérios riscos a sude e degeneração do DNA..


ARGYRIA: Pigmentação da pele em tom azul ou cinza devido ao acumulo de partículas de prata. Segundo EPA, 905 dos casos são pessoas que ingeriam sais de prata ao invés de coloide, fazendo errado e tomando por longo período, de forma irresponsável.
Na ingestão de coloide, raros os casos A prata correta é a feita pelo método de 1938, onde se produz a verdadeira prata coloidal. Esse método resume-se simplesmente a fonte adequada, água adequada através de eletrólise sem adição de elementos químicos. Você encontra todas essas informações no BLOG e em nossas postagens anteriores ou no site do FDA e EPA americanos.


PORQUE NÃO LIBERAM A PRATA?

Devido a questões como:
- Impacto no meio ambiente da prata como partículas coloidais, pois ela afeta a flora aquática e os peixes, degenerando-as.
- Até onde pode-se ir com a prata no organismo humano quando ingerida nos diversos biotipos humanos.
- Risco de super exploração do recurso ambiental e economicamente falando também, pois se vocês pesquisarem encontrarão 20 ml de prata na Europa a mais de 100 Euros e não custa isso.
- Como controlar o processo a nível industrial e comercial sem legislação e um consequente monopólio e detenção de tecnologia para produção em larga escala?
Sabemos que cura, mas sabemos que tudo que é produzido acaba caindo no atual mundo em que vivemos em falta de respeito, pois vira produto comercial, passível de falsificação e exploração.
Reflita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer comentário com conteúdo ofensivo será deletado. Por isso, só poste comentários que venham a contribuir para o conteúdo, sugestões, avaliações técnicas, etc. Agradecemos sua participação que é muito preciosa para nós e nossos leitores por todo mundo.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.