quinta-feira, 27 de junho de 2019

MANUAL COMPLETO DE COMO FAZER A SUA PRATA COLOIDAL PARA DOWNLOAD - 60 PÁGINAS

PARA DOWNLOAD NA LOJA - CRIPTOGRAFADO

(Com senha, Impressão liberada)

LEIA COM ATENÇÃO


COMPRAR LOJA



 MANUAL POR E-MAIL



SENHA DE ACESSO: Natubr2019


Manual para fazer sua prata coloidal passo-a-passo sem mistério e com todos os cuidados para que você obtenha seu coloide de prata perfeito e possa preparar e usar sua prata coloidal no momento e hora que desejar.

Está numa linguagem bem didática e de fácil entendimento para qualquer leigo.



Características

- Apostila em sulfite A4

- Apresenta-se grampeada ou aramada conforme disponibilidade

- 60 páginas só frente

- Apresenta esquema ilustrado

- Edição 9ª - 2019


Direitos reservados pela Natrurals Brazil sobre o conteúdo escrito.

Não reproduza ou repasse, lembre-se que você está pagando pela informação.


Caso tenha dúvidas a pós a leitura, pode entrar em contato para orientação, através de nosso 
Whatsapp : (11) 98624-1390 (das 18 as 21 hs de segunda a sexta)

PARA SUA CONSULTA:
Chame
Deixe seu nome
Número do seu pedido na Loja
e Suas perguntas avisando ser sobre o ouro coloidal.


COMPRAR LOJA



 MANUAL POR E-MAIL



SENHA DE ACESSO: Natubr2019

A PRATA E A RAIVA CANINA - ESTUDO EUROPEU COM NANOPARTÍCULAS E ERVAS PARA VACINAS NATURAIS


Síntese verde e avaliação de nanopartículas de prata como adjuvante em vacinas veterinárias da raiva

A síntese verde de nanopartículas por extratos de plantas desempenha um papel significativo em diferentes aplicações. Recentemente, vários estudos foram realizados sobre o uso de nanopartículas como adjuvantes. O principal objetivo deste estudo foi avaliar nanopartículas de prata sintetizadas (AgNPs) como adjuvante na vacina veterinária da raiva e comparar os resultados com o adjuvante de alum disponível comercialmente.

Estudo completo: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4973716/
(use o tradutor nativo do google caso tenha dificuldade)

Conclusão

O efeito da adjuvanticidade de AgNPs na potência da vacina contra a raiva foi demonstrado pela primeira vez. Estes resultados requerem avaliação adicional usando diferentes rotas de injeções, bem como diferentes modelos animais. Além disso, a adjuvanticidade do AgNP deve ser testada com uma ampla gama de antígenos e seu mecanismo de ação precisa ser esclarecido. Os resultados deste estudo são consistentes com os de outros estudos, que mostraram claramente o efeito das AgNPs no aumento da resposta humoral à vacina anti-rábica.

****************************************************************

No estudo foi usado o nitrato de prata associado, porém fica em aberto o quanto na forma coloidal seria menos tóxico.
Lembre-se, é um estudo Europeu para vacinas eficientes.

A melhor cura é a prevenção, Vacine seu cãozinho anualmente contra a raiva e outras doenças e nunca terá problemas.

É caro? Caro é perder um amigo, quanto você gasta com bobagens e celular num mês? Fica e reflexão.

Naturals Brazil

terça-feira, 25 de junho de 2019

PRATA COLOIDAL E LEISHMANIOSE VISCERAL EM ANIMAIS E HUMANOS


A leishmaniose é uma doença transmitida por vetores de protozoários e é um dos maiores problemas de saúde do mundo.


As drogas antileishmanianas têm desvantagens como a toxicidade e o recente desenvolvimento de resistência. Um dos mecanismos mais conhecidos dos efeitos antibacterianos das nanopartículas de prata (Ag-NPs) é a produção de espécies reativas de oxigênio para as quais os parasitas da Leishmania são muito sensíveis.


Até o momento, não existem informações sobre os efeitos de Ag-NPs em parasitas de Leishmania tropica , o agente causador da leishmaniose, existe na literatura. O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos de Ag-NPs em parâmetros biológicos de L. tropica, tais como morfologia, atividade metabólica, proliferação, infectividade e sobrevivência em células hospedeiras, in vitro.


Consequentemente, a morfologia e infecciosidade do parasita foram prejudicadas em comparação com o controle. Além disso, efeitos aumentados de Ag-NPs foram demonstrados na morfologia e infecciosidade de parasitas sob luz ultravioleta (UV). Ag-NPs demonstraram efeitos antileishmanial significativos inibindo a proliferação e a atividade metabólica de promastigotas em 1,5 a três vezes, respectivamente, no escuro, e de 2 a 6,5 ​​vezes, respectivamente, sob luz UV.


É de notar que os Ag-NPs inibiram a sobrevivência de amastigotas nas células hospedeiras, e este efeito foi mais significativo na presença de luz UV. Assim, pela primeira vez os efeitos antileishmanial de Ag-NPs em parasitas de L. tropica foram demonstrados junto com a atividade antimicrobiana aumentada de Ag-NPs sob luz UV. A determinação dos efeitos antileishmanial de Ag-NPs é muito importante para o desenvolvimento de novos compostos contendo nanopartículas no tratamento da leishmaniose.


*****************************************************************


PESQUISA COMPLETA
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3218584/


(você pode usar o tradutor do google)


*****************************************************************


CONCLUSÃO


Este estudo foi a primeira vez que Ag-NPs determinaram possuir efeitos antileishmanial em parasitas de L. tropica por examinar seus efeitos em vários parâmetros celulares de formas promastigotas e amastigotas.


Os resultados demonstram que o uso de Ag-Nps pode representar uma alternativa futura às drogas antileishmanial atuais. Uma vez que a leishmaniose está se espalhando rapidamente em todo o mundo e porque as drogas antileishmanial têm várias desvantagens, os autores postulam que o tratamento baseado em Ag-NPs pode ter um papel muito importante na superação da leishmaniose. Por esta razão, sugere-se que novos estudos sobre esta questão sejam urgentemente necessários.


Além disso, os autores acreditam que a determinação de efeitos antiparasitários aumentados de Ag-NPs sob luz UV pode ser muito útil para outras aplicações antimicrobianas, já que essa combinação proporciona uma eliminação mais efetiva de agentes infecciosos, como parasitas de Leishmania.




****************************************************************
SUGESTÃO DE USO


HUMANO
para uma pessoa com média de peso de 60 a 70 kg, de 15 a 20 ml dia, pode se preferir dividir em doses diárias.


ANIMAL
Conforme estudo de Hélio rebelo, veterinário da Universidade do Pará em estudo da prata em cães, a dose indicada para animais é de 1/3 do peso do animal em ml, dividida em períodos de 12/12 horas.


Exemplo: Animal com 27 kg
27kg :3 (três partes do inteiro 1/3) = 9 ml


9ml dividi-se em dose de 4,5ml de 12 em 12 horas.


Antes de usar faça um teste de pele e mucosa no animal.


Período de uso: de 30 a 60 dias.


Ou siga a orientação do médico, veterinário ou naturapata.


Não se esqueça dos cuidados com o ambiente, água acumulada, eliminação de mosquitos palha ou Clogmia albipunctata que é o transmissor da Leshimaniose.


Naturals Brazil